Solicite uma proposta

Quer saber mais sobre os produtos escriba? Nós entramos em contato:

×

LGPD: Cartórios extrajudiciais devem possuir métodos seguros para preservação de dados

agosto 24th, 2020 notícia por

Em agosto de 2018, foi sancionada a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que estabelece regras para o uso, coleta, armazenamento e compartilhamento de dados dos usuários por empresas públicas e privadas. Prevista para entrar em vigor em maio de 2021, a LGPD tem o objetivo de proteger a liberdade e a privacidade dos cidadãos.

Um dos maiores questionamentos é o motivo pelo qual a LGPD foi criada. Resposta disto, é o aumento dos casos de vazamento de dados nos últimos anos e a perda financeira causada por ataques cibernéticos.

Sendo assim, todas as empresas, sejam elas pequenas, médias ou grandes terão que se adequar à nova legislação. Exemplo disto, são os cartórios extrajudiciais do Brasil, que possuem cadastro ou registro de informações dos clientes.

Para isso, é recomendável que os cartórios possuam métodos capazes de preservar todos os seus dados com segurança.

Conheça softwares que podem ajudar o seu cartório na proteção dos dados.

E-Backup: Realiza a replicação de todos os dados gerados pelo sistema do cartório em tempo real, automaticamente e em nuvem, na medida em que eles são inseridos. Os dados são armazenados em um data center especializado e seguro no Brasil.

E-Replic: A ferramenta possibilita fazer a replicação dos dados inseridos nos sistemas Escriba, em um servidor dentro do próprio cartório. Sua principal função é manter a serventia funcionando quando o servidor principal apresentar alguma falha.

É importante destacar que mesmo faltando alguns meses para a Lei ser implementada, com a pandemia da Covid-19 e o trabalho remoto, o uso da internet aumentou consideravelmente. Com um cenário de integração digital absoluta, cresce o número de crimes virtuais e o possível vazamento de dados.

Por isso, não perca tempo e entre em contato com um de nossos executivos e solicite uma proposta.