Escriba
A importância da inteligência emocional no trabalho em equipe

Será que o comportamento de um colaborador no ambiente de trabalho influencia em sua produtividade e da empresa, e na relação com clientes e colegas? Com certeza esta é uma reflexão que milhares de pessoas devem fazer ao longo da construção da sua vida. Um ponto importante a ser colocado em pauta e trabalhado pelas empresas com suas equipes.

Mas, o que seria a inteligência emocional? Os acadêmicos norte-americanos, John D. Mayer e Peter Salovey, famosos por seus estudos em torno deste assunto, interpretam e definem o termo como “uma habilidade cognitiva relacionada ao uso das emoções para ajudar na resolução de problemas”, ou seja, para que haja um equilíbrio no comportamento do homem, é preciso que razão e emoção estejam interligadas.

Tanto as habilidades de um indivíduo, o chamado Quociente de Inteligência (QI), quanto o controle das emoções, devem caminhar juntos para um melhor desempenho do profissional no ambiente de trabalho. Na atualidade, tornou-se comum a realização de dinâmicas em grupos e de modo individual em processos seletivos de empresas, com o intuito de avaliar a inteligência emocional dos possíveis contratados.

A inteligência emocional interfere diretamente em atividades empresariais no que se refere à liderança, gestão e organização. Saber dialogar, unir e incentivar a equipe, respeitar o trabalho e espaço do colega, elogiar as destrezas do funcionário, são alguns dos principais passos para resultados extraordinários nos negócios.